sexta-feira, 29 de junho de 2012

Mousses de chocolate

Ando com uma certa obsessão por mousse de chocolate. A primeira receita, do chef Olivier Anquier, eu ainda não testei. A segunda é a minha receita velha de guerra, que sempre deu super certo:

Mousse de chocolate do Olivier Anquier
Para 6 pessoas
Ingredientes:
250g de chocolate amargo (raspado)
250g de manteiga
100g de açúcar
5 ovos
Canela em pau
Sal (1 pitada)

Modo de preparo:
Coloque em uma panela o chocolate, a manteiga e dois pedacinhos de canela. Deixe em banho maria. Separe as gemas das claras em duas tigelas. Bata as gemas com o açúcar até ficar uma mistura branca. Bata as claras com uma pitadinha de sal. Quando o chocolate estiver todo derretido, misture as gemas, sem parar de mexer. Em seguida, acrescente as claras e mexa fazendo movimentos de cima para baixo com a colher. Deixe na geladeira por no mínimo 4 horas antes de servir.
Obs.: Não cubra os potes de mousse com plástico para evitar condensação de água.

Mousse de chocolate Nestlé
6 ovos, 11 colheres (sopa) de açúcar, 200 de manteiga, 200g de chocolate em pó, 4 colheres (sopa) de creme de leite, 1 colher (sopa) de Frangelico
Modo de fazer: bater as gemas com 6 colheres (sopa) de açúcar até ficar esbranquiçado. Reservar. Bater as claras em neve e juntar o restante do açúcar. Reservar. Derreter a manteiga com o chocolate em pó e reservar. Junte as gemas ao chocolate, acrescente o creme de leite e o Frangelico e misture bem. Ao final, acrescente delicadamente as claras em neve e leve para a geladeira.

Mousse ou suflê de chocolate

Essa receita eu ainda não testei, mas espero ter oportunidade na próxima semana. Vi a receita em um programa de TV e achei a proposta muito interessante. A foto virá assim que eu o fizer; a receita é daqui:

Mousse ou Suflê de Chocolate da Rita Lobo
Ingredientes:
160g de chocolate meio amargo (50% cacau)
1 colher (sopa) de cachaça
4 ovos
¼ de xícara (chá) de açúcar
Manteiga e açúcar cristal para untar e polvilhar
Açúcar de confeiteiro para decorar
Modo de preparo:
Numa tábua, pique o chocolate. Transfira para uma tigela refratária grande e leve ao micro-ondas para derreter.  O tempo pode variar, então, coloque para rodar de 1 em 1 minuto, até amolecer. Misture bem e deixe esfriar. Unte de 4 a 6 ramequins pequenos com manteiga e polvilhe com açúcar cristal – ele forma uma paredinha que serve de apoio para o suflê crescer. Leve ao congelador para firmar. Atenção: se for servir como mousse, não precisa untar e polvilhar os ramequins.
Separe as claras das gemas dos 4 ovos, que devem estar em temperatura ambiente – as claras batem melhor. Junte a cachaça às gemas e misture bem com um garfinho.  Somente quando o chocolate estiver em temperatura ambiente, misture as gemas ao chocolate – caso contrário, se o chocolate estiver muito quente, as gemas irão cozinhar. Na batedeira, bata as claras até que tripliquem de tamanho. Para começar, deixe a batedeira em velocidade baixa; assim que as claras começarem a espumar, junte a metade do açúcar. Aumente a velocidade e assim que elas começarem a firmar, junte o restante do açúcar. Teste o ponto das claras em neve com um garfo ou com o próprio batedor da batedeira. Elas precisam estar firmes, mas não podem endurecer muito.
Junte 1/3 das claras ao chocolate e misture bem. O restante, incorpore delicadamente com uma espátula, fazendo movimentos circulares, de baixo para cima. Transfira a massa para os ramequins, limpe as bordas com papel-toalha e leve à geladeira por 24 horas. Na hora de servir, preaqueça o forno a 200ºC (temperatura alta);  coloque os ramequins numa assadeira e leve para assar por cerca de 15 minutos, até crescer. Decore com açúcar de confeiteiro e sirva a seguir.

Preparo da mousse de chocolate:
Para servir como mousse, os ramequins devem ficar, pelo menos, 3 horas na geladeira, antes de irem para a mesa. Se for para servir como suflê, a massa precisa ficar 24h na geladeira, antes de ir para o forno.

Palha Italiana

Atendendo a pedidos (da receita e da preparação), fiz hoje palha italiana na casa da mãe. Como não tinha chocolate em pó, fiz com Nescau mesmo, o que não parece ter atrapalhado muito o deleite das crianças :-)

Palha Italiana: 1 lata de leite condensado, 3 colheres (sopa) de chocolate em pó, 1 colher (sobremesa) de manteiga, 200g de biscoito maizena esmigalhado.
Levar os 3 primeiros ingredientes ao forno, mexendo sempre até desgrudar do fundo da panela. Retire do forno, misture o biscoito e despeje num tabuleiro ou pirex untado. Depois de frio corte em quadradinhos e passe no açúcar.

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Bolo de Santiago

A Patrícia, do Technicolor Kitchen, postou hoje essa receita e a combinação de ingredientes logo me despertou a atenção. Como precisava levar algo para um café-da-manhã no trabalho amanhã, resolvi experimentar a receita. Faz pouco mais de 20 minutos que o bolo está no forno e o perfume toma conta da casa inteira. A receita (daqui) foi a seguinte:

Bolo de amêndoa (Torta de Santiago)

 6 ovos grandes, claras e gemas separadas
 1 pitada de sal
 1 ¼ xícaras (250g) de açúcar cristal
 raspas da casca de 1 laranja
 raspas da casca de 1 limão siciliano
 1 colher (sopa) de Amaretto
 1 colher (chá) de extrato de baunilha
 2 ¼ xícaras (225g) de farinha de amêndoas
 açúcar de confeiteiro para polvilhar
Pré-aqueça o forno a 180°C. Unte com manteiga e enfarinhe uma forma redonda desmontável de 28cm de diâmetro (de preferência antiaderente)*.
 Na tigela grande da batedeira, com o batedor de arame, bata as claras e o sal até que picos firmes se formem. Transfira as claras para outra tigela, lave e seque a tigela da batedeira e o batedor. Novamente usando a batedeira, bata as gemas e o açúcar cristal até obter um creme claro e homogêneo. Junte as raspas de laranja e limão, o Amaretto e a baunilha. Acrescente a farinha de amêndoas e bata bem.
 Com o auxílio de uma espátula, incorpore as claras à massa, misturando de baixo para cima – a massa é bem espessa. Despeje na forma preparada e alise a superfície. Asse por cerca de 40 minutos ou até doure e esteja firme ao toque (faça o teste do palito).
Deixe esfriar completamente na forma, sobre uma gradinha, antes de desenformar.
 Antes de servir, polvilhe com açúcar de confeiteiro – se quiser, corte a cruz de São Tiago em um pedaço de papel manteiga e coloque no centro do bolo antes de polvilhá-lo com açúcar (eu usei um coração).
* fiz 2/3 da receita acima usando uma forma de 20cm de diâmetro, antiaderente) forrei o fundo da forma com um círculo de papel manteiga e untei o papel também. Obs: o bolo é muito mais interessante no quesito cheiro do que na textura ou sabor :-(
Rend.: 10 porções

sábado, 23 de junho de 2012

Pavê de Chocolate

A receita é do Panelinha:

Para a base
Ingredientes

 250 g / 1 pacote de biscoito champanhe (fiz com biscoito maizena)
1 copo americano leite
3 colheres (sopa) de achocolatado em pó
2 colheres (sopa) de conhaque
200 g de chocolate meio amargo
2 colheres (sopa) de açúcar
2 colheres (sopa) de manteiga
1/2 xícara (chá) de leite

Modo de Preparo
1. Numa panela pequena, junte 1 copo de leite, o achocolatado e o conhaque e leve ao fogo médio. Quando ferver, desligue e deixe esfriar.
2. Com o auxílio de uma colher, mergulhe um biscoito champanhe (ou maizena) de cada vez na mistura de leite com achocolatado e o conhaque por apenas 10 segundos. Retire, deixe escorrer o excesso e disponha o biscoito numa travessa retangular de tamanho médio. Repita a operação com todos os biscoitos, colocando-os uns ao lado dos outros até formar uma camada completa. Reserve.
3. Numa panela, coloque a 1/2 xícara (chá) de leite, o chocolate picado, o açúcar e a manteiga. Leve ao fogo baixo, mexendo sem parar até o chocolate derreter completamente. Desligue o fogo.
4. Com uma colher, regue a camada de biscoitos com a mistura de chocolate derretido. Espalhe bem a mistura com as costas da colher.

Para a cobertura
Ingredientes

 2 latas de leite condensado (fiz com uma lata apenas)
1 medida de lata de leite (fiz com 3/4 da medida)
3 ovos (fiz com 2)
1 caixinha de creme de leite
2 colheres (sopa) de açúcar

Modo de Preparo
1. Em duas tigelinhas, separe as claras das gemas.
2. Numa panela, junte o leite, as gemas e o leite condensado e leve ao fogo médio até ferver, mexendo sempre. Abaixe o fogo e continue mexendo. Quando o creme começar a desgrudar do fundo da panela, conte 5 minutos e desligue. Deixe esfriar.
3. Na batedeira, coloque as claras e bata até o ponto neve. Acrescente o açúcar e continue batendo por mais 3 minutos. Junte o creme de leite à e bata rapidamente para misturar por, aproximadamente, 30 segundos.
4. Na travessa com os biscoitos, despeje o creme de gemas e de leite condensado. Espalhe bem com as costas de uma colher. Cubra com o creme de claras e espalhe com cuidado, para que o pavê fique bem nivelado. Leve ao congelador por 1 hora e meia. Retire do congelador e sirva a seguir.

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Bolo Indiano

Hoje teve festa junina no trabalho e resolvi que faria algo com canela, que, na minha acepção, combina tão bem com o inverno. Pensei em rabanada inicialmente, mas aí lembrei de uma amiga querida que estaria por lá e que, como eu, é chegada em bolo indiano, e resolvi fazer a receita:

Para a massa: bati no liquidificador 3 gemas + 2 ovos inteiros e 3/4 de xícara de óleo. Depois misturei a isso 2 xícaras de açúcar e 2 xícaras de farinha de rosca. No final adicionei suavemente 1 colher (sopa) de fermento e 3 claras em neve. Assei em tabuleiro untado e polvilhado com açúcar e canela.
Para o recheio: levei ao fogo mexendo sempre 1 lata de leite condensado, 1/2 lata de leite, 1 gema e 1 colher (sobremesa) de manteiga até o ponto de brigadeiro mole. Recheei e cobri o bolo com essa mistura e polvilhei canela por cima.
Da próxima vez faria com mais canela (na massa, provavelmente).
"O amor tem feito coisas
Que até mesmo Deus duvida
Já curou desenganados
Já fechou tanta ferida

O amor junta os pedaços
Quando um coração se quebra
Mesmo que seja de aço
Mesmo que seja de pedra
Fica tão cicatrizado
Que ninguém diz que é colado

Foi assim que fez em mim
Foi assim que fez em nós
Esse amor iluminado"

quarta-feira, 20 de junho de 2012

"Acredito que a decepção, às vezes, é uma bênção de Deus. É apenas Sua maneira de deixar com que eu perceba que Ele me salvou de escolher o caminho errado."

Decepção ainda

A decepção dói por que ela destrói toda uma estrutura que construímos em torno de um sentimento. Está tudo em nossa cabeça, mas como todo sentimento forte ela também se reflete em nosso espírito. É preciso autocontrole para refletir, frieza para planejar e criar um novo projeto para substituir o que foi destruído pela decepção. Geralmente ela é mais forte quando nos atinge naquilo que mais confiamos. Mas, o que tenho a dizer sobre o resultado? Confiar nos propósitos de Deus é essencial, manter a boa conduta também. Não posso devolver uma agressão com outra pior. A decepção vai passar, mas a lembrança fica.

Decepção

"Não posso escolher o que sinto, mas posso escolher o que fazer a respeito disso."
A vida segue.

domingo, 17 de junho de 2012

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Semana produtiva

A semana começou com trufas de chocolate e a volta a receitas que só dão certo no inverno. Seguiu com bolo de aipim, canjica e bolo de banana. Ainda dá tempo para um bolo de chocolate alpino ou um bolo piquenique - quem sabe amanhã?

Bolo de banana, trufa de chocolate com amêndoas perfumadas com Frangélico e bolo de aipim

Porque não há lugar melhor para relaxar do que a cozinha :-)

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Bolo de aipim

Aniversário do pai, eu bem que o queria por perto para dividir esse bolo com ele...

Não me lembro o site de onde saiu, mas acho que foi do Tudo Gostoso.

Bolo de aipim cozido
Cerca de 1/2 kg de aipim cozido, 2 xícaras (chá) de açúcar, 200 g de manteiga, 4 ovos, 50 g de coco seco ralado, 1 xícara (chá) de farinha de trigo, 1 colher (sopa) de fermento em pó, 100 ml de leite de coco

Modo de Preparo
Bata no processador o aipim, os ovos, o leite de coco e a manteiga, formando um creme. Reserve. Em um recipiente coloque o açúcar, a farinha de trigo, o coco seco ralado, misture e adicione o creme batido no liquidificador. Por fim adicione o fermento. Coloque em forma untada e enfarinhada. Leve para assar em forno médio, pré-aquecido, por aproximadamente 40 minutos, até que doure. Faça o teste do palito
Informações Adicionais • Obs.: Pode ser feito com sobras de aipim guardadas no freezer.
O aipim pode ter sido cozido com sal que não altera o gosto do bolo.

quinta-feira, 7 de junho de 2012

Feijão que dá certo

Se eu tivesse ouvido a minha mãe e a Do Carmo antes, teria feito as pazes com a panela de pressão há muito tempo.
Modéstia à parte, esse feijão ficou uma delícia: 45 minutos depois que a panela começou a chiar e o resultado quase inacreditável estava lá! Temperei depois com alho e sal refogados e... voilà! Eu sei fazer feijão gostoso!!!